Buscar
  • Bianca Monteiro

Terceiro Setor x COVID-19

Atualizado: Mai 29

A pandemia mundial já mudou nossas vidas para sempre. Nada será como antes. Nada. A crise inicialmente tratada como um problema de saúde devido aos efeitos nefastos provocados pelo "corona vírus", também chamado de Covid -19, deixará também sequelas inimagináveis, de proporções globais e incalculáveis na áreas econômica e social. Todas as pessoas, sejam físicas ou jurídicas, públicas ou privadas serão afetadas.




Os problemas de saúde estão afetando a todos indistintamente, contudo, os problemas econômicos e sociais serão sentidos e sofridos nas medidas das capacidades de gerenciamento da crise dos Países afetados, além das questões relacionadas à riqueza e à pobreza das nações e pessoas.


Nesse cenário apocalíptico, as organizações da sociedade civil – OSCs, também chamadas de organizações do terceiro setor, enfrentarão uma série extra de desafios, além daqueles que os empresários e governos não terão que encarar.


Fiz um levantamento breve sobre esses desafios:

1 - Dificuldade, ainda maior do que antes de acesso à recursos financeiros para custear atividade meio atividade fim.

2- Dificuldade de manutenção de seu quadro de colaboradores, em especial se os recursos forem de parceria (lei 13019/2014) e as ações não estiverem sendo executadas.

3 - Criação de passivos trabalhistas e tributários (mesmo sendo essas organizações, em sua maioria, imunes).

4 - Membros da diretoria ou gestão com pouca experiência em gestão profissional, considerando inclusive que muitos são voluntários e ajudam por amor a causa, o que dificulta ainda mais esse momento em que se faz necessário a gestão de crise.

5 – No médio prazo, dificuldade ainda maior para encontrar “ quadros" para compor as diretorias e conselhos, em especial para as organizações que obrigam que essas funções sejam exercidas voluntariamente.

6 – Trabalhar o desapego! Alguns líderes e gestores tratam as OSCs como “minha" OSC. Não teremos espaço para apegos é as decisões tem que ser racionais! Muitas organizações precisam avaliar a possibilidade concreta de sua continuidade!

7- Ter uma comunicação assertiva, clara e transparente para dentro e para fora! Muitas OSCs ainda não entenderam que vivemos na era da informação e que diálogo e transparência é indispensável com seu público interno e externo é a única forma plausível e aceitável.


Aos poucos vou escrever sobre cada um desses itens, e, quando identificar novos pontos para reflexão faço a atualização.


Bianca Monteiro

0 visualização

contato: bianca@biancamonteiro.com.br

Empreendedora Social - Todos os Direitos Reservados

Edições realizadas por Garden marketing digital.

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn ícone social
  • YouTube